Deprecated: Elementor\Scheme_Typography está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use Elementor\Core\Schemes\Typography em seu lugar. in /home/eolascom/public_html/wp/wp-includes/functions.php on line 5051
Eolas

Magnetismo

Por definição, o magnetismo é a propriedade de atrair, mas também pode significar a capacidade de encantar, fascinar ou até seduzir. Há também o magnetismo negativo, que é uma influência exercida por um indivíduo sobre a vontade de outros.

Quem tem algum discernimento espiritual, entende o magnetismo como uma qualidade inata em algumas pessoas, mas sabe que essa é uma capacidade pode ser desenvolvida.

   Infelizmente, quanto mais espiritualizada, mais a pessoa se afasta das capacidades magnéticas. Isso acontece porque o magnetismo tem uma característica essencialmente material, uma vez que ele está ligado ao mundo físico e à encarnação.

É no mundo da matéria que o magnetismo pode se manifestar com plenitude e é assim que o estudaremos. Ele se refere à nossa ligação com o planeta Terra e a forma como absorvemos suas vibrações e as distribuímos. Esse é um processo inconsciente, que pode ser regulado para melhor proveito.

O ser magnético apresenta geralmente uma boa condição física, ele tem energia para distribuir, pois esta lhe sobra. É alguém que tem para oferecer, por isso as pessoas vêm buscar não sabem o quê.

O magnetismo refere-se às ofertas que o ser tem para fazer ao mundo, à Terra, à encarnação, aos semelhantes. Sendo assim, o que podemos fazer para ter mais magnetismo é estimular nossa ligação com as questões mais materiais da vida.

OS CENTROS BÁSICOS DE ENERGIA

Também conhecidos como “chakras”, os centros de energia são pontos do corpo por onde a energia vital circula. Há muitos chakras, mas são sete os principais. Destes sete, dois centros de energia estão diretamente ligados ao magnetismo, sendo que um deles é a sede do magnetismo no corpo humano.

   O primeiro e o segundo chakras são os responsáveis pela captação e pela distribuição das energias magnéticas. O espiritualista sabe que as forças ativadas nesses dois chakras são de qualidade pouco elevada, por isso, não se interessa muito por estimular esses centros de energia e a conseqüência é que vai ficando gradualmente pouco magnético.

O primeiro e o segundo chakra estão ligados ao sexo, ao dinheiro e à comida, tabus para o espiritualista, que gostaria de viver como se isso não existisse. Mas existe e é melhor olhar de frente para eles porque quem quer ser magnético não pode esquecer de sexo, de dinheiro e nem de comida.

Admita que você quer sexo, dinheiro e comida. Se você consegue admitir isso, ainda tem salvação e poderá recuperar seu magnetismo. Agora, a questão é como ter isso sem perder os limites, nem ficar com sentimento de culpa…

Vamos começar aprendendo sobre os dois chakras que nos interessam, depois veremos como chegar ao magnetismo de maneira adequada.

 

PRIMEIRO CHAKRA:

Este centro de energia fica na base da coluna. Sua função principal é regular o fluxo de energia que nós recebemos da terra, da água, do sol, do ar e outras vibrações materiais. A carga energética que a pessoa distribui e que usa em suas atividades depende do funcionamento desse chakra. Ele dá gosto pela vida material, ajuda a preservar o corpo físico e ativa os outros chakras.

Quem está com este centro de energia desequilibrado tem dificuldade para criar raízes, não consegue ter casa própria ou muda demais de casa, não usa bem o dinheiro ou acha difícil ganhar seu sustento, reage contra sua encarnação, acha que não pertence ao tempo e ao espaço no qual tem de viver.

Os comportamentos que mais prejudicam este chakra são: violência, explosão de nervos, arriscar a vida, descuidar do corpo físico, impaciência, irritação, busca excessiva de prazeres, desligamento da vida material, reações descontroladas à frustração.

No corpo físico, os reflexos mais comuns são: problemas com comida (obesidade, bulemia, anorexia), Problemas nos músculos e tendões, reumatismo ou artrite, hemorróidas, constipação, dores nas extremidades dos ossos, problemas no ânus, distúrbios relacionados com as glândulas supra-renais (diabetes, Addison, Cushing).

 

SEGUNDO CHAKRA:

Este centro de energia fica na região logo abaixo do umbigo. Sua função principal é a reprodução, a coordenação e distribuição de energias, a eliminação de energias impuras, o acolhimento e recepção de pessoas com energia mais fraca, os cuidados maternais (nutrição, segurança) com o outro, adaptação às mudanças, sensibilidade mediúnica espontânea.

Quem está com este centro de energia desequilibrado é pouco flexível, tem muitos medos e sente insegurança sem base real para isso, está com a energia sexual mal direcionada, é capaz de negar a si mesmo qualquer tipo de prazer, não gosta de aglomerações ou reuniões sociais, tem desinteresse pelo conforto e segurança daqueles que ama e dependem de si.

Os comportamentos que mais prejudicam este chakra são: indiferença, sufocar emoções, usar a sedução como tática para obter vantagens, comportamento competitivo, manipulação de pessoas e situações, falta de sociabilização, ansiedade.

No corpo físico, os reflexos mais comuns são: problemas nos ovários, próstata, útero ou seios, cândida, colite, apendicite, diverticulite, desordens na fertilidade.

FONTES DE BOA ENERGIA MAGNÉTICA

Consideramos uma energia magnética boa aquela que além de melhorar o magnetismo atua de uma forma terapêutica sobre os chakras. Felizmente, temos muitas dessas fontes à mão.

Assim como nós habituamos a um exercício físico repetitivo, tendo pouco resultado depois que já nos habituamos a ele, essas fontes energéticas passam a ser menos efetivas quando as usamos sempre. Por isso, é interessante conhecer muitas delas, para poder ir variando.

Só vamos dar as indicações para os dois chakras responsáveis pelo magnetismo, o primeiro e o segundo. Todas essas fontes de energia têm aplicação para os outros chakras, mas não estarão aqui relacionadas.

Então, não use para os outros chakras o que indicamos para o primeiro e segundo centros de energia, pois não terá resultados. Cada chakra tem suas cores, aromas, sons, mandalas, pedras, incensos e florais respectivos.

1) FLORAIS DE BACH:

Os florais são preparados em farmácias de manipulação, eles são usados em gotas colocadas diretamente sob a língua. Para uma atuação fraca, use 3 gotas, 3 vezes ao dia. Para uma atuação média, use 4 gotas, 4 vezes ao dia. Para uma atuação forte, use 5 gotas, 5 vezes ao dia. Geralmente um vidro é suficiente.

1º CHAKRA:

  • floral HORNBEAM, quando há alguma doença física relacionada e isso indica que há bloqueio na função do chakra.
  • floral CLEMATIS, quando o chakra está muito ativo, precisa ser acalmado.
  • floral LARCH, quando o chakra está inerte, precisa ser estimulado.

2º CHAKRA:

  • floral WALNUT, quando há alguma doença física relacionada e isso indica que há bloqueio na função do chakra.
  • floral CERATO, quando o chakra está muito ativo, precisa ser acalmado.
  • floral CHICORY, quando o chakra está inerte, precisa ser estimulado.

 

2) AROMATERAPIA:

A aromaterapia é uma arte milenar, que retornou com muita força. Se você procurar um profissional dessa terapia e disser que deseja regular a função do segundo e do terceiro chakra, ele provavelmente saberá o que fazer.

Se você quiser aproveitar por si da energia dos óleos essenciais, compre um frasco para seu uso. Você deve fazer isso com tempo e calma. Prepare seu quarto com velas, música suave e coloque uma perfumeira com o óleo indicado. Pode preparar um banho de banheira com o óleo ou até passar uma gota sobre o chakra, fazendo uma massagem no sentido horário.

1º CHAKRA:

  • para acalmar, use óleo essencial de jasmim.
  • para ativar, use óleo essencial de rosa.

2º CHAKRA:

  • para acalmar, use óleo essencial de bergamota.
  • para ativar, use óleo essencial de vetiver.

 

3) PEDRAS:

As pedras são uma boa fonte de energia. Elas podem ser colocadas diretamente sobre o chakra ou usadas em forma de jóia. Você também pode colocar uma pedra num copo de água muito pura e deixar por uma hora e depois beber essa água.

As pedras absorvem energia, por isso, precisam ser limpas de vez em quando. Para limpar, deixe a pedra dentro de sal grosso por 24 horas, depois coloque mais 24 horas em terra sem adubo, de preferência diretamente no solo. Quem não pode, deve recolher terra numa vasilha de louça e enterrar a pedra. Quando tirar da terra, lave bem com escovinha e deixe uma hora exposta ao sol.

Para comprar, escolha uma pedra pela sintonia que tem com ela, pois são as pedras nos escolhem.

1º CHAKRA:

  • A pedra do primeiro chakra é rubi. O quartzo rosa pode ser usado também.

2º CHAKRA:

  • A pedra do segundo chakra é o topázio. O citrino pode ser usado também.

 

4) INCENSOS:

Para aproveitar da energia dos incensos, dê tempo e sintonize o aroma passando a fumaça em você. Podemos fazer nosso incenso recolhendo o material natural e queimando sobre brasas feitas com carvão de churrasco aceso num prato ou lata.

1º CHAKRA:

  • O primeiro chakra tem relação com o incenso de cravo, jasmim ou rosa.

2º CHAKRA:

  • O segundo chakra tem relação com incenso de laranja, bergamota ou verbena.

 

5) LUZ:

Para produzir a luz adequada, compre lâmpadas coloridas ou coloque um tecido sobre uma luminária. Um bom recurso é usar papel celofane ou tecido para cobrir uma lanterna.

1º CHAKRA:

  • para acalmar, use luz azul.
  • para ativar, use luz rosa.

2º CHAKRA:

  • para acalmar, use luz azul.
  • para ativar, use luz laranja.

6) MASSAGEM:

1º CHAKRA:

A melhor massagem para o primeiro chakra é a reflexologia, que trabalha os pés. Ela atua sobre todos os chakras. Peça ao massagista para terminar a massagem colocando por alguns minutos uma pasta feita com argila e óleo de bebê sobre a base da sua coluna.

2º CHAKRA:

A melhor massagem para o segundo chakra é a massoterapia, que atua sobre todos os chakras. Peça ao massagista para fazer alguns movimentos com óleo, no sentido horário, ao redor de seu umbigo.

 

7) MÚSICA:

1º CHAKRA:

Danças Eslavas, de Dvórak.

Pavana, de Debussy.

Marcha da ópera Aída, de Verdi.

Marcha Eslava, de Tchaikovsky.

2º CHAKRA:

Bolero, de Ravel.

Dança Húngara número 5, de Brahms.

Parte final de Carmen, de Bizet.

Sonho de amor, de Liszt.

 

8) PINTURAS:

Minha sugestão é que você compre livros com reproduções dos pintores que vamos indicar e de vez em quando passe algum tempo admirando suas obras.

1º CHAKRA:

O pintor mais característico do primeiro chakra é Picasso.

2º CHAKRA:

O pintor mais característico do segundo chakra é Salvador Dali.

GERADORES MENTAIS DE MAGNETISMO

Os geradores mentais são posturas mentais que geram comportamentos através dos quais se altera a vibração interior. O reflexo é um maior magnetismo exterior.

São 10 posturas que você pode experimentar:

DAR: a generosidade é magnética, mas não é dar só coisas materiais, uma boa palavra de estímulo, um elogio, o respeito, uma cortesia são doações também.

ACEITAR: a aceitação de seu papel na trama universal e a aceitação do papel de cada um com quem convive, sem orgulho nem depreciação, é uma atitude magnética, você vai atrair pessoas de todo tipo.

TRABALHAR: colocar empenho em tudo que fizer, não se esquivar, não relaxar nas tarefas, mesmo as mais desagradáveis. Lembre que fazer mal feito dá o mesmo trabalho que fazer bem feito. Preguiça, desânimo e cansaço são atitudes opostas ao magnetismo.

TER INTERESSE: interessar-se com aquilo que está errado, com quem está numa condição difícil, ver o que está ao seu redor, ser consciente e ajudar quando puder.

SER FIEL: ser leal a quem entregou a você sua confiança, se há possibilidade de deixar de servir, avisar antes.

GOSTAR DO QUE TEM: desfrutar aquilo que existe no momento e fazer disso a fonte de sua satisfação, sem permitir inveja ou avareza.

CALMA: controlar as emoções e não ser presa de estados emocionais que não lhe fazem bem.

APRENDER: progredir e estudar sempre, abrirá novos mundos de conhecimento e atrairá outro tipo de pessoa, que vão querer partilhar seu saber.

CONTEMPLAR: dedicar meia hora, ao menos uma vez por semana, para olhar o que fez nos últimos dias e observar como tudo está ligado a você. Isso permitirá avaliar o que vai fazer nos dias seguintes.

REVERENCIAR: honrar o poder de Deus, mostrar a Ele que sabe que só consegue aquilo que é de Sua vontade.

OS EIXOS DE MAGNETISMO

A energia flui no nosso planeta em dois eixos de magnetismo. O primeiro é o eixo norte/sul, o segundo é o eixo leste/oeste. O primeiro eixo influencia as questões materiais e o segundo influencia as questões mentais.

Assim sendo, para aumentar o magnetismo devemos aproveitar ao máximo o eixo norte/sul.

A posição ideal da cama no quarto é a que permite dormir com a cabeça para o norte. Um segunda opção é cabeça para o leste. Nunca é bom posicionar a cabeça para o sul ou oeste.

Para trabalhar, preferir ficar de frente para o norte, para receber com plenitude o fluxo da corrente norte/sul. Uma segunda opção é sentar-se voltado para o leste. Evitar as posições de frente para o sul e oeste.

Quando for fazer massagem, ouvir música, colorir mandalas, fazer aromaterapia, acender um incenso e manipular outras fontes de energia, prefira fazer isso no eixo norte/sul. Sempre deitado com cabeça para o norte e se estiver sentado, de frente para o norte.

As atividades mais mentais, com características passivas, que exigem envolvimento da energia da mente, como visualização, meditação e oração, podem ser feitas no eixo leste/oeste. Sempre com a cabeça para o leste, se estiver deitado, ou sentado de frente para o leste.

Experimente o seguinte exercício, que usa a força do eixo norte/sul para criar magnetismo imediato:

Deite-se com a cabeça voltada para o norte, em decúbito dorsal (barriga para cima).

Una as plantas dos pés, dobrando os joelhos. Mantenha essa posição.

Estenda os braços para cima da cabeça, sem tensão. Mantenha um pouco.

Dobre os braços e apoie a cabeça sobre as mãos, que ficam com os dedos cruzados na base da nuca. Feche os olhos.

Mantenha essa postura por 10 minutos e desfaça.

É uma ótima postura para ouvir música, aproveitar aromaterapia, incenso e luz.

COMO REGULAR A RECEPÇÃO E A DISTRIBUIÇÃO DA ENERGIA MAGNÉTICA

Enquanto trabalhamos nosso magnetismo, há um recurso muito simples e de grande efeito que podemos usar. Essa técnica consiste em usar roupa íntima colorida, de modo a cobrir o primeiro e o segundo chakras.

Esse recurso exige que façamos uma cuidadosa seleção da cor da roupa íntima, pois uma escolha errada irá magnetizar aquilo que não desejamos. Vamos relacionar as cores que podem ser usadas e explicar qual sua aplicação.

BRANCO:

É uma cor de roupa íntima ótima para dormir, para fazer ioga, para meditar, para absorver energias dos sons, das luzes, da aromaterapia e outras. No entanto, se você tem tido muitos sonhos perturbadores ou está fora de um ambiente energéticamente seguro, ela é perigosa porque não cria bloqueio e deixa os dois primeiros chakras muito expostos.

PRETO:

É a cor de roupa íntima que mais protege os dois primeiros chakras, ela cria bloqueio e impede qualquer contaminação energética. No entanto, não corrige estados vibratórios negativos, nem ajuda a absorver as boas energias. É excelente para ir a lugares energeticamente negativos e para estar em aglomerados de pessoas, como festas.

VERDE:

É a cor da limpeza dos campos magnéticos. Quando há contaminação energética ou quando o magnetismo está errado, isto é, você atrai aquilo que não é bom e não deseja, essa é a cor certa para sua roupa íntima. Quem atrai ladrões, quem atrai amores complicados, quem só atrai discussão e confusão, quem não acha um bom empregado e só encontra maus negócios é porque não está com o magnetismo bom, deve usar verde.

AZUL:

É uma cor calmante, suave, equilibradora. Atrai dinheiro, dá prosperidade e fartura. Usar roupa íntima dessa cor nunca faz mal. Ela pode não ajudar a corrigir, mas não interfere negativamente.

ROSA E LARANJA:

São cores estimulantes para os dois primeiros chakras. O rosa atua mais no primeiro e o laranja, que fica melhor no tom salmão, atua mais no segundo chakra. Essas são as cores usadas para quem tem aquelas doenças relacionadas com o centro de energia, que já citamos. E, isto é muito importante, o rosa é a cor certa para atrair amor e amizades.

PRATEADO E DOURADO:

Essas cores podem ser usadas quando há necessidade de exaltar a feminilidade e a masculinidade. O prata é uma vibração lunar, feminina. O dourado é uma vibração solar, masculina.

Há outras cores, mas nosso interesse é o magnetismo, por isso essas são as opções. Quando está tudo bem, usamos a cor que mais nos agradar, variando sempre que possível.

Para tratamento do magnetismo, escolha uma cor e use-a quase que exclusivamente durante pelo menos um mês ou mais. Você sentirá quando é hora de deixar.

Lembre-se que para ter o efeito desejado é preciso cobrir o umbigo e a base da coluna com a roupa íntima.

Os tons preferidos para as cores são os claros e os vivos, mas os tons muito escuros, como o azul-marinho e o verde-escuro, são menos indicados, embora possam ser usados eventualmente.

COR PARA ESTADOS MENTAIS:

Você pode aliar ao uso da cor na roupa íntima o uso de fronhas coloridas para estimular um estado mental semelhante que lhe permita ter um magnetismo bem forte.

ROSA CLARO: para amor, ajuda no primeiro chakra.

VERDE: saúde e purificação, limpeza de energias indesejadas.

AZUL: dinheiro, equilíbrio e harmonia.

AMARELO CLARO OU BEGE: quando a mente está sem força ou não consegue definir caminhos.

BRANCO: é neutro, não interfere em outras energias.

SALMÃO CLARO: para o segundo chakra, faz ser acolhedor.

Nunca durma com a cabeça sobre fronha vermelha, amarelo forte, preta ou outras cores escuras, pois essas cores perturbam a mente.

PARA SABER MAIS: Curso de Técnicas Terapêuticas com Mandalas